Na civilização ocidental e além, hábitos alimentares saudáveis ​​atingiram um nível mais baixo de todos os tempos. Em seu lugar, estão as refeições (se é que você pode chamar assim) repletas de toxinas e conservantes. Do hambúrguer de fast food à pizza gordurosa, repleta de imitação de queijo. Das batatas fritas gordurosas que levam literalmente mais de duas semanas para serem digeridas completamente no refrigerante com adoçantes artificiais. Como nosso corpo não está equipado para lidar com tais abusos, ele precisa reagir de alguma forma. Então, isso acontece … negativamente. Por ter sido mal tratado, o corpo precisa de ajuda para remover esse ‘lixo’ do seu sistema. É aí que os antioxidantes naturais podem vir em seu socorro. Embora não possa curar os problemas, pode ajudar a manter o mecanismo humano saudável, limpando-o dos radicais livres.

Vamos primeiro dar a definição de oxidante, radical livre, toxina e antioxidante …

Um oxidante é um organismo vivo. Quando é misturado com oxigênio, oxida-se. O resultado é a criação de radicais livres. Esses radicais livres são compostos de moléculas e átomos incompletos. Quando a oxidação termina, os oxidantes extras se dividem e se tornam radicais livres vagando sem rumo por todo o corpo, até que se unam de maneira prejudicial a um organismo para se sentirem completos. O organismo em que se ligou começa a deteriorar-se.

A toxina é formada uma vez que o processo de oxidação extra explode, enviando radicais livres para dispersar onde podem. O corpo precisa de uma maneira de se livrar desses radicais.

Um antioxidante é o organismo vivo que oxida quando entra em contato com o oxigênio. Agora sabemos que isso é uma coisa boa, a menos que esteja acabado a ponto de “explodir”, por assim dizer, enviando partículas do oxidante por todo o lugar no corpo (radicais livres). Assim, a verdadeira definição de um antioxidante é combater o processo de oxidação que causa a formação de radicais livres e causa danos ao corpo físico.

Antioxidantes naturais são encontrados em alimentos saudáveis, como frutas e bebidas. Os alimentos orgânicos são melhores, pois não possuem pesticidas ou conservantes para remover seus nutrientes. Eles são comumente chamados de ‘superalimentos’ devido à sua capacidade de combater os radicais livres de se ligarem a órgãos saudáveis. Em suma, ajuda a livrar o corpo humano das toxinas que corroem os tecidos saudáveis, fazendo com que o corpo se torne menos saudável.

Aqui estão oito superalimentos que você pode armazenar: chá branco, chá verde, romã, morangos, cranberries, maçãs, feijão vermelho e ameixas.

Há muito mais, mas isso pode ajudar você a começar a combater os radicais livres antes que eles se tornem tóxicos para o seu sistema. Tomar todos os antioxidantes naturais para ajudar a manter seu corpo livre de tóxicos é a opção mais sensata. Manter sua dieta natural é sempre melhor. Até os médicos podem atestar isso!